Camila e Felipe

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Sonhando com o Casamento - Chá da Ivna

Olá, noivinhas sonhadoras!

Hoje o blog trouxe um chá cheio de dicas DIY (Do It Yourself - Faça você mesmo) pra vocês se inspirarem bastante! Eu conheci a Ivna enquanto estudava em Viçosa-MG, ela nos encanta com seu sorriso e sua convicção sobre tudo o que acredita! A Ivna casou recentemente com seu grande amor, o Bethowen... em breve postarei as fotos da sessão pré-casamento e do Casamento que foi lindíssimo e a cara deles!

O depoimento dela foi cheio de detalhes sobre o chá de lingerie dela que foi um sucesso e que teve ajuda da família e das amigas queridas para colocar tudo em prática:

"Em ritmo de casamento, tudo vira uma correria, e a gente começa a se perguntar se vai ter tempo (e dinheiro) para fazer tanto “chá”. O Chá de Panela (ou de casa nova) já é bem tradicional, e a maioria faz. Mas com o crescimento e evolução da indústria casamenteira, inventaram outros chás interessantes e bem úteis, por sinal. São os “chás” de roupas íntimas. O mais conhecido é o Chá de Lingerie, mas hoje em dia existe até mesmo o Chá de Cueca (Sim, acredite! Meu marido fez, mas não vou entrar em detalhes aqui). Bom, vim compartilhar a experiência do meu chá com aquelas que estão nesse ritmo frenético e se perguntando se vale a pena (financeiramente) fazer o Chá de Lingerie, e também para aquelas que ainda nem começaram a pensar nisso, ou mesmo pra você que ainda nem noivou! Ideias boas sempre devem ser compartilhadas, e acredito que vocês vão poder usufruir bastante dos frutos da minha experiência.
Primeiramente: vale a pena? SIM, SIM e mil vezes SIM! Vou ser breve. Eu também estava na correria. São muitos detalhes que a gente nem sonha e que vão aparecendo às vésperas do grande dia. Pra vocês terem noção, no dia do meu Chá eu estava com a boca inchada do lado direito (vejam nas fotos) porque tinha tirado os dois dentes sisos uma semana antes, e essa era a única data que podia fazer isso. Enfim, fui em frente mesmo assim e curti a minha festa de boca inchada e tudo mais.
Fiz o meu Chá de Lingerie 3 meses antes do casamento. Não tinha dinheiro pra gastar com isso e nem muito tempo para fazer as coisas. Trabalhando, estudando e treinando, simplesmente não dava para fazer inventar muita moda. De início tomei a melhor decisão que poderia ter tomado: convite virtual! Sim, pra quê gastar dinheiro com MAIS um papel que as pessoas vão ler, anotar na agenda e jogar fora? Fiz uma arte linda combinando com o que tinha escolhido pra festa, e enviei pra todas as convidadas pelo WhatsApp mesmo. Todas viram, confirmaram e deu super certo.
Sobre as lingeries: escolhi duas lojas na minha cidade. Em uma eu separei camisolas e pijamas, na outra eu separei conjuntos de sutiã e calcinha. Por mais que você goste do que é MARAVILHOSO e super LUXO, escolha peças mais simples também. Primeiramente porque nem todas as suas convidadas poderão pagar por peças de luxo, e segundo, porque você nem sempre vai querer usar essas peças de luxo. Acredite, um pijaminha de malha e uma camisola sem firulas seeeeeeempre fazem falta.
Sobre as brincadeiras: NÃO É PAPEL DA NOIVA SE PREOCUPAR COM ISSO! Faça como eu, escolha duas amigas (podem ser madrinhas ou não) e deixe-as encarregadas disso. Deixe claro quem são as convidadas (se a mãe vai estar presente, tias do noivo etc) e se livre dessa parte. Escolha bem as amigas e descanse com relação a isso.
Sobre comida: a maioria das pessoas encomenda salgados ou tortas. Veja o que você ama, e gostaria muito de comer nesse dia. É um dia pra desestressar e se divertir. Se tiver alguém da família que saiba cozinhar, aproveite! Peça essa pessoa, compre os ingredientes e é um gasto a menos. Quando você casa muita gente se dispõe a ajudar, e isso é maravilhoso. Entre na onda e usufrua dos benefícios de ser noiva; você vai se surpreender em descobrir quantas pessoas te querem bem! Como o meu chá foi numa época um pouco mais fresca do ano, pedi a uma amiga da minha mãe que fizesse caldinhos, e o cardápio foi esse: caldinho de feijão e caldinho de pinto. Pra acompanhar, algumas torradinhas e complementos. Ficou divino!
Sobre bebida: eu não bebo nada com álcool e nem refrigerante. Optei por suco e água, e todas ficaram satisfeitas.
Sobre doces: Queria algo mais simples, para acompanhar esse clima de casa de vó que o caldinho quentinho dava. Abri mão dos doces tradicionais, e optei por paçoquinha, quindim, brownie e canudinho recheado de doce de leite. Foi um sucesso! Todo mundo amou!
Sobre decoração: essa é a parte que mais preocupa, porque geralmente é a que leva mais tempo, dinheiro e, dependendo, pode ficar muito exagerada ou brega. Eu não quis deixar isso na mão de ninguém. Uma dica de ouro: na falta de recursos, o SIMPLES é sempre o mais bonito. Eu optei por um ‘tema’ mais aconchegante, como disse, com sensação de casa de vó, e aí eu saí pegando plantas emprestadas com quem eu conhecia, vasinhos, bules, bandejas bonitas, xícaras, e juntando tudo deu exatamente o ar que eu desejava. Muitas vezes a gente só precisa olhar pro lado e ver que temos tudo na mão pra fazer uma decoração linda.
Por último mas não menos importante, a lembrancinha: outra coisa que muita gente se preocupa demais e gasta o maior dinheiro. Eu pensei logo em algo que fosse de consumo, nada de enfeite com meu nome pra alguém levar pra casa e ficar juntando poeira na prateleira pra depois jogar fora também. Pensei: nada melhor do que algo para comer. Pesquisando na internet, sempre levando pro lado do simples e prático, achei uma receita de Beijo Quente, aquele amendoim com uma casquinha marrom de açúcar. Sou apaixonada com isso e era super fácil de fazer. Comprei os ingredientes, fiz no dia do Chá, e coloquei em saquinhos de papel kraft. Só no saquinho é que escrevi a data do chá e fechei com um canudinho colorido pra ficar bonitinho. Foi delícia e lindo de ver e de comer.

Bom, essa foi minha experiência. Ganhei muita coisa linda, me diverti muito e valeu muito a pena! Como disse e repito: na falta de recursos, faça a opção pelo mais simples, que não tem como errar! Melhor errar pra menos, do que pra mais, como muitos dizem por aí e eu concordo. Só não deixe de fazer. Procure projetos DIY (Do It Yourself = Faça Você Mesmo) na internet, abuse da sua criatividade e você vai ver coisas lindas acontecendo. Boa sorte a todas as noivinhas por aí."

Foi um dia cheio de amor e que rendeu boas lembranças, além de muitas risadas:

























Gostaram? Espero que sim!

Muito obrigada, Ivna, querida, pelo carinho e pelas fotos!

Grande beijo a todas,

Até semana que vem!

Camila.


Nenhum comentário:

Postar um comentário